Ruínas do claustro do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

COIMBRA (Portugal): Ruínas do claustro do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha.

See where this picture was taken. [?]

A localização do mosteiro na margem do Mondego marcou inevitavelmente a sua história devido à invasão das cheias do rio, que se foram agravando com o assoreamento progressivo deste e tornando calamitosas as condições de vida desta instituição monástica.
No século XVII, para terminar com esta situação, o rei D. João IV ordenou a construção de um novo mosteiro num sítio mais elevado, para o qual as religiosas se transferiram em 1677. O primitivo mosteiro, que então passou a ser designado de Santa Clara-a-Velha, entrou definitivamente em inexorável estado agónico. Iniciou-se, assim, um secular processo de esquecimento que conduziu o antigo mosteiro de Santa Clara ao estado de verdadeira ruína.
A operação de recuperação e de valorização da igreja em ruínas, envolveu escavações arqueológicas no terreno adjacente que têm permitido trazer à luz o remanescente do claustro principal, conhecido apenas através de descrições antigas.

Comentários