Igreja Matriz de Caminha

Igreja Matriz de Caminha by VRfoto
Igreja Matriz de Caminha, a photo by VRfoto on Flickr.

CAMINHA (Portugal): Interior da Igreja Matriz de Caminha.

See where this picture was taken. [?]

Igreja paroquial dedicada a Nossa Senhora da Assunção, um dos edifícios religiosos mais vastos e importantes do norte de Portugal.
Foi levantada no interior da antiga cerca medieval da vila, onde teria existido uma pequena capela românica; desta ainda restam um pórtico (obstruído) e uma cachorreira reusada do lado norte.
As obras foram iniciadas em 1488 pelos biscainhos Tomé de Tolosa e Francisco Fial, ao quais se seguiram outros mestres de origem biscainha e galega, os mais importantes sendo João de Tolosa e Pero Galego. A construção foi lenta, tendo terminado em 1556 com a torre da fachada principal; como resultado o templo apresenta uma complexa combinação de estilos e influências.
O edifício foi totalmente edificado com granito da região. A estrutura geral repete a planta de três naves, a central mais elevada, frequente em igrejas góticas do norte Portugal, embora incorporando elementos manuelinos e renascentistas.
As naves estão separadas por arcos de volta inteira assentes em colunas cilíndricas; acima dos arcos, na nave central, corre um valioso friso de azulejos policromados quinhentistas.
No interior merece realce o riquíssimo teto de alfarge que cobre as três naves, em madeira de castanho, considerado como umas melhores obras de carpintaria artística do país. Da autoria de Francisco Muñoz, entalhador galego natural de Tui, foi concluído em 1565. A sua decoração, com forte influência mudéjar, também incorpora elementos magrebinos e mesmo indianos, não tendo paralelo em Portugal. Foi cuidadosamente restaurado entre 1941 e 1943.

info: pt.wikipedia.org/

Comentários