Cristo-Rei, no topo da serra da Marofa


FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO (Portugal): Cristo-Rei, no topo da serra da Marofa.

vmribeiro.net

Mais alto que o monumento de Almada, construído há 50 anos, o Cristo-Rei, no topo da serra da Marofa, está a quase mil metros de altitude.

Mais antiga que a estátua da Margem Sul, esta representação do Cristo Redentor é a mais elevada do país, em pleno concelho de Figueira de Castelo Rodrigo. Esculpida em granito branco, com seis metros de altura, a estátua foi ali colocada em Julho de 1956.

Pousada num penedo no alto da Serra, a imagem de braços abertos, como que abençoando o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, é da autoria de canteiros de Ermesinde, sob a coordenação de Joaquim Barreiro, escultor natural de Alfena

A sua construção, poderá terá sido inspirada na de Almada, que já se encontrava a ser edificada, ou na original estátua de Cristo Redentor do Rio de Janeiro, já que, nessa época, muitos portugueses regressavam do outro lado do Atlântico da primeira grande leva de emigração.

Esta representação de Cristo, virada para Espanha, já foi em tempos muito visitada por peregrinos oriundos da região transfronteiriça, que ainda a veneram todos os anos, por ocasião do 13 de Agosto, dia da Senhora da Marofa (ou Morofa, nome original).

A serra da Morofa é o ponto mais alto da região de Riba Côa, e sempre teve um papel de guia, ajudando os viajantes desde tempos imemoriais, permanecendo ainda hoje como um lugar de referência para toda esta região transfronteiriça.

Juntamente com o estátua, moram na serra, uma ermida em honra de Nossa Senhora de Fátima e um conjunto de gigantescas antenas de telecomunicações, num cenário que junta a religiosidade popular e a comunicação moderna.

Info: www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=123356...

Comentários