Igreja de São Luís


PINHEL (Portugal): Igreja de São Luís.

vmribeiro.net

O Convento de São Luís e a sua respectiva igreja foram fundados em 1596 por Luís de Figueiredo Falcão, para albergar uma comunidade de clarissas. Em Dezembro de 1602 o cenóbio foi entregue à Ordem de São Francisco, e no ano seguinte o espaço foi habitado pelo primeiro grupo de freiras, oriundo do Convento de Santa Clara da Guarda.
Em 1797 o Bispo da Guarda D. Bernardo Bernardino Beltrão elevou o templo a catedral, que se manteve como sede de bispado até ao ano de 1881. Depois da proclamação da República, em 1910, o edifício conventual foi repartido por distintas entidades e os seus espaços foram adaptados para receberem um teatro, o tribunal e outras repartições públicas. O espaço da cerca foi transformado num jardim público.
A igreja, que desde 1836 é sede de paróquia, desenvolve-se em planta longitudinal, composta por dois corpos rectangulares adossados, correspondentes aos espaços da nave e à capela-mor, ladeada por anexos e pela sacristia.
A fachada, possivelmente reconstruída no início do século XIX, apresenta ao centro portal com moldura em arco abatido, encimado por janela gradeada. O frontispício é rematado por frontão contracurvado. Do lado direito, foi edificada a torre sineira, executada em 1862 por um mestre local.
O interior é coberto por abóbada de madeira, possuindo do lado da Epístola púlpito de cantaria lavrado. Junto ao arco triunfal foram edificados dois altares colaterais de talha dourada.
O espaço da capela-mor, coberto por tecto de caixotões de madeira pintados com cenas marianas, é decorado com painéis de azulejos polícromos de padrão de manufactura seiscentista. O retábulo-mor de talha dourada, também edificado no início do século XVII, integra ao centro uma tábua com figuração cristológica.
(Catarina Oliveira)

info: www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimo...

Comentários