Igreja dos Clérigos

PORTO (Portugal): Igreja dos Clérigos.


A Igreja dos Clérigos situada na rua de S Filipe de Néri é a representação mais marcante do estilo barroco.

A sua construção teve início em 1732 e constitui a obra mais imponente de Nicolau Nasoni.

Esta nova conceção do classicismo renascentista revelado nas talhas dos enriquecidos interiores de templos resulta na combinação de volumes primorosamente modelados num ímpeto de fantasia e paixão.

A parte exterior da igreja é constituída por uma escadaria dupla ornamentada de vasos floridos esculpidos em pedra.

A fachada principal composta por um portal encimado por uma janela de grande dimensão separada das janelas laterais por pilastras lavradas em espiral. No nível superior desta fachada podemos admirar uma outra janela de grande porte com repisa erguida e almofadada onde se encontra a mitra papal. Nas partes laterais deste nível superior deparamo-nos ainda com duas estátuas recolhidas em nichos em forma de concha, uma de S. Pedro e a outra de S. Filipe de Néri.

A culminar este notável projeto arquitetónico deparamos com um frontão triangular salientando-se-lhe no centro um monograma A M esculpido no tímpano da armação saliente e enfeitado com folhagem, grinalda e volutas em homenagem à Nossa Senhora da Assunção.

De visita ao interior do templo concluímos que este possui apenas uma nave, de forma elíptica.

O teto é uma abóbada dividida por arcos intervalados por um escudo formado pelo monograma A M. As chaves de S. Pedro, a mitra e a folhagem descaindo sobre o entablamento estão sustentados por pilastras.

Na entrada da igreja é de realçar a sumptuosa imagem do Arcanjo S. Miguel segurando um escudo de madeira.

Na capela-mor encontramos um trono ostentando a imagem da Virgem e sob ele uma urna contendo os restos mortais do mártir Santo Inocêncio e de Nicolau Nasoni, falecido em 1773. Podemos ainda maravilhar-nos com o retábulo estio Luís XV todo de mármore de diversas cores.

Na cabeceira da igreja, voltada para o jardim da Cordoaria deparamos com a maior Torre de Portugal, com 75m de altura, notável pela sua elegância e harmonia de formas, também em estilo barroco, erguida entre 1748 e 1763. Referimo-nos evidentemente à Torre dos Clérigos.

Construída em granito lavrado e dividida por andares de linhas suaves, é servida por uma escadaria de 240 degraus finalizando num belíssimo campanário de onde se pode observar o Porto e arredores de uma forma verdadeiramente indescritível.

info: www.portoxxi.com/cultura/ver_edificio.php?id=2

Comentários