Sé de Aveiro

AVEIRO (Portugal): Sé Catedral de Aveiro.

Em finais do século XV, o bispo de Coimbra D. Jorge de Almeida fez a sagração da igreja de Aveiro dedicada a Nossa Senhora do Pranto. Posteriormente, passaria a ser dedicada a Nossa Senhora da Piedade, depois a Nossa Senhora da Misericórdia e, finalmente, no segundo quartel do século XIX, após extinção das ordens religiosas e para agradar à rainha D. Maria II, cujo nome era Maria da Glória, passaria a ter esta igreja invocação a Nossa Senhora da Glória - hoje Sé Catedral da diocese de Aveiro.Desde a criação da diocese em 1774, pelo papa Clemente XIV, e até 1826, a Sé funcionou na Igreja da Misericórdia. Daqui foi transferida para a Igreja de S. Bernardino até 1882, altura em que a Santa Sé suprimiu várias dioceses, entre elas a de Aveiro. É só em 1938, com Pio XI, que Aveiro se torna novamente sede de bispado, vindo a funcionar na antiga igreja do Convento de S. Domingos, que, após destruição pelas chamas em 1843, beneficiou de recente remodelação. O responsável por estas obras foi o arquiteto do Porto Abrunhosa de Brito. A fachada, de traços barrocos, é resultado das intervenções do início de Setecentos. O alçado principal é dividido em três corpos por pilastras. No corpo central abre-se o portal, enquadrado por dois pares de colunas torsas e sobrepujado por nicho e frontão curvo,
Nos corpos laterais abrem-se janelas altas, de vão retangular e pequena largura. O remate da fachada é feito por frontão curvilíneo, ornado de aletas e coroado por uma cruz. As pilastras são terminadas por volumosos pináculos.

info: http://www.infopedia.pt

Comentários